Apresentação

O Curso Superior de Tecnologia em Agroecologia foi elaborado com base na Resolução CNE/CP nº 3/2002, nos Pareceres CNE/CES 436/2001 e CNE/CP 29/2002, CNE/CES 239/2008, e na Portaria MEC n° 413, de 11 de maio de 2016, que instituiu o novo Catálogo Nacional de Cursos Superiores de Tecnologia. Tem como responsabilidade máxima formar integralmente profissionais para atuarem no desenvolvimento produtivo, social, ambiental e no monitoramento das ações relacionadas à garantia da qualidade de vida e manutenção do equilíbrio produtivo e alimentar, sem esquecer as ações inerentes às atividades educacionais e de sensibilização da sociedade.

A formação para o Tecnólogo em Agroecologia possui caráter humanista, científico-técnico, espírito investigador, empreendedor, criativo e com uma visão social, ecológica e sustentável. O egresso com estes três elementos será capaz de identificar os principais problemas do campo e encontrar soluções técnicas sem menosprezo à cultura e costumes dos produtores, estará habilitado a elaborar e dirigir a implantação de projetos de desenvolvimento rural, interpretar e abordar as dificuldades da produção agropecuária a partir do marco das relações sociais em que se dão tais problemas, em benefício da coletividade e das futuras gerações.

Assim, o campo de atuação dos Tecnólogos em Agroecologia compreende os espaços onde se faz necessária a presença de profissionais com capacidade técnica-científica para pensar e desenvolver atividades voltadas ao desenvolvimento rural sustentável sejam elas de pesquisa e desenvolvimento, de ensino, de consultoria ou de extensão rural.

Devido à sua formação multidisciplinar, fundamentada nas ciências da Ecologia, da Agronomia, da Zootecnia, da Geografia, da Biologia, da Agroindústria, da Sociologia, da Administração e da Política, o Agroecólogo dispõe de possibilidades diversas dentro do mundo do trabalho, especialmente relacionadas ao fortalecimento da Agricultura de Médio e Pequeno porte em bases sustentáveis sob as dimensões econômica, sociocultural, político-institucional, ambiental e ética.

O tecnólogo em agroecologia define, classifica e estuda os sistemas agrícolas, pecuários e florestais de perspectiva ecológica, social e econômica; integração de saberes do campo com o conhecimento técnico moderno para obter métodos de produção que respeitem o ambiente social, para alcançar não só metas produtivas, mas também a equidade social sustentável ecológica do sistema. Sua formação se concentrará em princípios vitais sobre diversidade, reciclagem de nutrientes, sinergia e interação entre os cultivos, animais, florestais e o solo, como também na regeneração e conservação dos recursos naturais.

Desta forma, o Tecnólogo em Agroecologia poderá atuar em entidades públicas das três esferas do governo no poder executivo, e no poder legislativo, com prestação de assessoramento parlamentar; junto a empresas, cooperativas, associações e terceiro setor. Poderá responder a demandas de ensino, pesquisa e treinamento em instituições públicas e privadas. Atuará ainda de forma autônoma, com prestação de serviços e consultorias técnicas ou mesmo na execução de projetos produtivos agroecológicos próprios, com aplicação e desenvolvimento de técnicas empreendedoras.

Duração do curso: 06 semestres letivos

Carga horária: 2860 horas

Coordenação do Programa: EDINALDO SILVA FERREIRA

Telefone/Ramal: 91284425

E-mail: edinaldo.ferreira@ifpa.edu.br

Título do Profissional: TECNÓLOGO EM AGROECOLOGIA Área de Conhecimento CNPQ: Ciências Agrárias Modalidade de Curso: Presencial
Calendário Fique por dentro dos eventos relacionados ao nosso Programa de Pós-Graduação.
Notícias Veja abaixo as noticias referentes ao nosso Curso de Graduação.
SIGAA | Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação - | Copyright © 2006-2017 - IFPA - node2-jboss.ifpa.edu.br